Dicas de Como Abrir uma Empresa e-commerce no Brasil

Passo a Passo para abrir seu eCommerce e ter uma loja virtual de sucesso na internet

Com mais de 206 milhões de compradores previstos gastando dinheiro online este ano, nunca houve um momento melhor para começar um negócio de eCommerce (comércio eletrônico). Se você está pensando em abrir sua propria empresa online no Brasil e vender produtos, segue uma lista com dicas de como fazê-lo de forma correta.

1- Comece com o nome da sua empresa

A primeira coisa a fazer (depois de decidir o que deseja vender, é claro) é escolher um nome comercial fabuloso e memorável que ninguém mais esteja usando. Você pode realizar uma pesquisa de nome de empresas para se certificar de que ainda não esteja em uso. Depois de escolher o nome, registre-o.

2- Proteja seu nome de domínio e site

O ideal é que você obtenha o nome da sua empresa como seu nome de domínio, mas, se não estiver disponível, escolha uma URL fácil de escrever e de lembrar e que se relacione com a sua empresa. Por exemplo, se o nome do seu negócio é Karen Criações de Bijuterias e karencriaçõesdebijuterias.com.br não está disponível, experimente algo como BijuteriasbyKaren.com.br ou Criaçõesbykaren.com.br

O design do seu site de comércio eletrônico pode ser o maior gasto na abertura da sua loja online. Mas certifique-se de que ele seja não apenas visualmente atraente, mas também funcional. Existem soluções de comércio eletrônico prontas como o GoDaddy para começar, mas você pode exigir algo mais personalizado se suas necessidades forem mais do que básicas.

3- Selecione a melhor estrutura de negócios e registre sua empresa

Você tem várias opções quando se trata de sua estrutura de negócios:

Único proprietário
Parceria (se você tiver um parceiro de negócios)
Corporação

Você pode se registrar por conta própria preenchendo a documentação da estrutura de negócios apropriada ou você pode contratar uma empresa para fazê-lo por você. Um advogado é outra opção, mas geralmente não é necessário para as necessidades de pequenas e médias empresas. Depois abra uma conta no banco para sua empresa.

4 – Licenças e Permissões Empresariais

O funcionamento de um negócio de comércio eletrônico não o exclui de precisar de certas licenças e permissões de negócios. Verifique com a sua cidade e estado para ver quais tipos de imposto de vendas ou licenças de negócios domésticos você precisa antes de começar seu negócio.

5 – Encontre os fornecedores certos

Você terá muita concorrência vendendo produtos on-line, por isso é importante encontrar produtos de qualidade e com os melhores preços para vender. Compre produtos em diferentes fornecedores até encontrar um fornecedor que queira fazer negócio a longo prazo.

6 – Comece o Marketing o quanto antes

Mesmo que você não esteja funcionando, é importante criar perfis nas redes sociais e escrever conteúdo para o seu blog para garantir que o marketing do seu eCommerce comece a funcionar desde o primeiro dia. Você pode configurar seu site com uma “Newsletter” onde as pessoas interessadas podem se inscrever para obter atualizações.

7 – Desenvolva seu programa de envio

Certifique-se de responder as seguintes questões para criar um programa de envio eficiente, e siga os procedimentos legais e politícas alfandegárias para bem atender seus clientes.

Quais opções de transportadora você vai oferecer? O produto será enviado de acordo com o peso e a localização, ou sua loja oferecerá taxa fixa? E quanto a uma taxa de manuseio? A entrega será global?

8 – Defina sua política de devolução

Deve ser claro, detalhado e prático. Para que, quando surgir um retorno, seu cliente saiba facilmente os critérios desta medida.

9 –  Crie sua política de privacidade e reforce a politíca de segurança

A honestidade é a palavra chave para sua politíca de privacidade. É necessário que a plataforma tenha uma política transparente com o que você faz com as informações do cliente. Já a politíca de segurança deve explicar com clareza o que você faz e como os seus servidores são seguros. Quanto mais informações você ccolocar, melhor.

10 – Estoque seu inventário

Se você tem um armazém cheio de produtos em algum lugar ou seu estoque fica guardado na sua garagem, certifique-se de ter o suficiente para o lançamento. Pode ser complicado, sem saber o quanto você precisa, mas, em geral, é melhor ter muito estoque do que não ter o suficiente. Preste atenção em como suas vendas aumentam para que você possa fazer futuras encomendas de forma inteligente.

11 –  Fotos e Descrições dos produtos

Como diz o ditado “Uma imagem pode falar mais do que mil palavras”, então certifique-se de tirar boas fotos do seus produtos. Verfique também se o seu fornecedores pode enviar fotos dos produtos.

Escreve uma descrição bem detalhada com informações como: tamanhos, cores, dimensões, assim como bons trocadilhos de marketing.

A organização de entrada e saída de produtos será feito por você mesmo? Se uma planilha não é o seu forte, terceirize esse serviço.

12 – Atendimento ao cliente

É importante que você tenha uma tempo durante o dia para responder as dúvidas dos seus clientes por email, assim como para processamento e embalagem de seu produto.

13-   Opções de pagamento

Há algumas plataformas que oferecem soluções de pagamento integrado. Se você tiver uma conta bancária você pode aceitar cartões de crédito. Outras opções de pagamento podem ser: cheques pessoais, transferência bancária, ordem de pagamaneto. Vale a pena verificar o uso do Mercado Pago ou o Paypal.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *